"Inscrições momentaneamente suspensas devido ao preenchimento de vagas. Em Agosto solicitaremos confirmação das inscrições. Em caso de desistência reabriremos novas inscrições!

 

Agradecemos o interesse no evento e pedimos aos inscritos/as que, por favor, só confirmem em caso de efetiva participação em todos os dias do evento! " 

 

INSCRIÇÕES PARA O SEMINÁRIOAQUI.  (SUSPENSAS) 

INSCRIÇÕES MINICURSOSAQUI.  (ENCERRADAS) 

______________________________________________________________________________________________________________________________
 
Confira dia e horário de apresentação de seu trabalho
 
Eixo 1 - Política Social, Estado e Sociedade
 
Eixo 2 - Questão Social, Instituições e Serviços Sociais
 
Eixo 3 - Trabalho e Relações Sociais
 
Eixo 4 - Movimentos Sociais e Cidadania
 
O número da sala será indicado no local
 
ATENÇÃO, somente os trabalhos confirmados serão apresentados e publicados nos Anais do Evento
 
______________________________________________________________________________________________________________________________

 

Comunicado de Retificação da Comissão Científica do VI SIPS

 

 

Confira a lista de trabalhos aprovados para apresentação oral no VI SIPS. Só serão publicados nos anais os trabalhos apresentados. Faça sua inscrição para assegurara a apresentação. 

 

  

  

O VI Seminário Internacional de Política Social, com o tema “Que Política Social para Qual Emancipação?”, foi inicialmente previsto e planejado para ser realizado em 2015, quando o PPGPS completou 25 anos. Contudo, a insuficiência de recursos financeiros impediu a sua realização naquele momento. Pela primeira vez, o PPGPS não conseguiu manter a realização trienal e somente pôde retomar sua realização em 2017.


A temática proposta para esta edição possui dois importantes significados para o PPGPS. O primeiro pode ser considerado uma espécie de reflexão crítica sobre o sentido e abrangência assumidos historicamente pelas políticas sociais no capitalismo, na promoção dos direitos e da cidadania burguesa, em que as lutas sociais foram determinantes para assegurar as conquistas sociais. O segundo constitui um questionamento - necessária base metodológica da pesquisa e da reflexão teórica – sobre a condição contemporânea da política social, em contexto de crise do capital. O tempo presente, marcado pela financeirização do capital, vem provocando em todo o mundo capitalista um acelerado processo de privatização dos bens e serviços públicos, avanço do mercado consumidor no campo dos serviços, sobretudo previdência e saúde, com forte apropriação do fundo público pelo capital. As políticas sociais vêm perdendo seu potencial garantidor de direitos e começa a se colocar em xeque a sua capacidade de garantir a emancipação política, mesmo nos marcos capitalistas. Daí a pertinência de refletir teórica e politicamente sobre as a configuração da economia mundial, a natureza e dimensões da crise do capital e as implicações sobre as políticas sociais e a emancipação política e humana.

 

A programação deste Seminário tem, portanto, a intenção de problematizar a condição contemporânea da política social na América Latina e na Europa, mas também de refletir teoricamente sobre seu sentido, significado, possibilidades e limites na mediação da emancipação política e humana. 

 

 Visite nossa página no Facebook